Repressão na USP: nota dos vereadores do PT de São Paulo

Os vereadores do PT na cidade de São Paulo manifestam seu repúdio à ação da Polícia Militar que usou de violência contra professores, funcionários e estudantes da Universidade de São Paulo durante protesto ocorrido na última terça-feira (7), no campus da instituição, contra corte de investimentos que estava sendo discutido pelo Conselho Universitário.

A PM do governo Geraldo Alckmin tem se caracterizado por agir de forma truculenta contra qualquer manifestação pública, mesmo de forma pacífica, como na última terça-feira. Os manifestantes estavam em frente ao prédio da Reitoria da USP e para dissolver o protesto a Tropa de Choque da PM lançou sobre o grupo bombas de gás lacrimogênio, disparou balas de borracha e usou spray de pimenta.

O episódio revela um total desrespeito da Polícia Militar e do governo Alckmin ao direito de livre manifestação. No lugar de dialogar e preservar o legítimo direito de qualquer cidadão de protestar, a PM e o PSDB tem optado pelo uso recorrente da violência.

O governo estadual e a direção da USP precisam adotar uma postura propositiva e democrática com a sociedade, buscando sempre o diálogo na solução de conflitos.

Esperamos que o lamentável episódio seja devidamente apurado, com a identificação e punição dos responsáveis pela ação truculenta.

Bancada de Vereadores do PT
Câmara Municipal de São Paulo

SHARE